Descubra porque você deveria escutar mais do que falar

O objetivo deste artigo é mostrar que, apesar da nossa sociedade dar tanto valor a palavra falada, a parte de escutar o que as pessoas falam é importante. Pode parecer óbvio, mas não é. Quando vamos a escola o enfoque é saber falar, saber se apresentar para o público e, quando chega a hora de ouvir, vem os bocejos, os suspiros desanimados, o tédio, o sono etc. E o que acontece depois dessa conversação meia-boca: falta de entendimento, perda da linha de raciocínio por parte do ouvinte e frustração e raiva por parte de quem falou.

 

Novamente, a maioria das discussões também são causadas pela falta da comunicação. Geralmente é fala/fala depois grita/grita em vez de fala/escuta depois escuta/fala.

E ambas as partes falarão: – ELE(A) NÃO ME ESCUTA ou ELE(A) FICA ME INTERROMPENDO. Tamanha é a dificuldade de nós realmente ouvirmos o que o outro tem a nos dizer.

 

Sabendo disso, vamos mostrar algumas atitudes e ações que devem ser tomadas pela parte do ouvinte para que a conversação seja mais harmoniosa e eficiente. Acredite: você se sente muito melhor com uma pessoa que escuta o que você tem a dizer pacientemente e só dá a sua opinião quando solicitada do que com uma pessoa que fica interrompendo para dar a opinião dela enquanto você tentar conta ou tenta explicar algo, não é verdade? Então, vamos lá!

 

  • Escute e respeite a opinião de quem fala. Mesmo que seja absurdo, a pessoa tem o direito de ter uma opinião diferente da sua.
  • Enquanto a pessoa fala com você, olhe para ela com o semblante tranquilo
  • Incline-se para frente: isso mostra que você está interessado no que a pessoa tem a falar.
  • Acene com a cabeça levemente enquanto a pessoa fala para mostrar que está ouvindo.
  • Dê sua opinião somente se foi requerida. Caso contrário, fique quieto.
  • Antes de tirar qualquer conclusão do que a pessoa está falando, ouça até o final e certifique-se de entendeu bem, falando para a pessoa o que você entendeu do que ela disse.
  • Nunca boceje para quem está falando. Isso pode ofendê-la.
  • Esteja focado no assunto da conversa para não ter distrações e atrapalhar a concentração de ambos.
  • Controle-se e não queira completar o que a outra pessoa tem a dizer.
  • Respeite o silêncio da outra pessoa.
  • Evite contradizer o que o outro falou com as palavras: mas, todavia, entretanto, contudo.
  • Use expressões como: na minha opinião, meu ponto de vista em vez de: você está errado, não é assim.

Seguindo estes passos com muita paciência, você verá como as pessoas considerarão você uma pessoa agradável de se conversar e você poupará tempo e voz que usava para discutir em vão com as pessoas. Boa sorte e treine bastante.